Quem trabalha no setor varejista sabe o cuidado que é necessário para não manter muitas despesas em um estabelecimento comercial. Afinal, é necessário ter jogo de cintura para investir na infraestrutura da loja, não repassar aumentos de preços de produtos para os consumidores, pagar impostos e encargos abusivos, ter que remunerar órgãos de direitos autorais de músicas executadas no ambiente etc.

É por esse motivo que os varejistas precisam saber como reduzir custos em seus estabelecimentos e é sobre isso que falaremos neste artigo. Quer saber como diminuir os gastos no seu negócio? Então siga a leitura e confira as nossas dicas agora mesmo!

Tenha um cuidado especial com o controle de estoque

Você poderá economizar muito se tiver um controle de estoque bem trabalhado. É preciso, então, adotar técnicas de logística, como a PEPS — primeiro que entra, primeiro que sai.

De acordo com essa metodologia de trabalho, os produtos que deram entrada antes no estoque de uma loja devem ser os primeiros a serem vendidos, evitando, assim, que percam a validade enquanto ainda estiverem armazenados, por exemplo.

Contrate funcionários temporários

Em períodos do ano em que o seu estabelecimento recebe um fluxo maior de clientes, como nas proximidades do Natal e de outras datas comemorativas, bem como em situações em que um colaborador precisa ser substituído por questões de licença médica, por exemplo, pode-se optar pela contratação de mão de obra temporária.

Esse modelo de contratação é muito benéfico para a empresa, uma vez que o funcionário será remunerado apenas pelo período trabalhado, não havendo muitos gastos com encargos trabalhistas.

Economize energia elétrica

Apesar de ser indispensável para o funcionamento de qualquer empresa, é possível adotar práticas que gerem economia na energia elétrica de um estabelecimento do setor varejista.

Você pode substituir equipamentos muito antigos, que gastam muita energia, por outros novos e mais econômicos. As lâmpadas comuns ou fluorescentes também podem ser substituídas por LEDs, que gastam bem menos. Outra ideia interessante é sempre ter portas e janelas abertas para aproveitar a iluminação natural.

Busque alternativas para os gastos telefônicos

Se você gasta muito com telefone, pelo fato de fazer ligações para se comunicar com clientes e fornecedores, pode buscar alternativas para otimizar esses gastos.

Entre as diversas alternativas, está o uso de aplicativos para troca de mensagens pela internet. Com o WhatsApp, por exemplo, você pode, até mesmo, fazer chamadas de voz, desde que ambas as partes da conversa tenham uma boa conexão de internet.

Reduza o pagamento de direitos autorais de música

Deixar o seu estabelecimento sem música é algo que não pode nem passar pela sua cabeça, pois além de proporcionar um ambiente mais agradável, os sons também podem ser utilizados em estratégias de marketing sensorial.

Para que você possa manter a execução de músicas na sua loja, sem ter que gastar com o pagamento para os órgãos de direitos autorais, como o ECAD, uma alternativa é investir na contratação de uma empresa de music brand. Quem oferece esse serviço, além de proporcionar a criação de playlists exclusivas, também arca com os pagamentos de direitos necessários.

Agora que você já sabe como reduzir custos no varejo, é só colocar tudo isso em prática. Gostou do nosso conteúdo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais e divulgue essas dicas por aí!